Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Pesquisador canadense afirma que não existe vício em smartphone

vicio-em-smartphones

Nos dias atuais vivemos num mundo que tem o desejo latente de estar sempre conectado, para se informar e também para se socializar, e para muitos isso parece ser o grande mal desses novos tempos, um vício, uma droga que nos deixa presos aos celulares, mas não é bem assim, de acordo com Samuel Veissière, que é estudioso da Universidade McGill, no Canadá, e especialista em antropologia cognitiva, a dependência aos celulares é desenvolvida por meio dos aspectos sociais. Ao construir um perfil virtual, as pessoas continuam interagindo.

Segundo pesquisador, o vício em smartphone propriamente é inexistente. Para ele, permanecer conectado com outros seres humanos é um desejo evolutivo da espécie e os aparelhos, funcionam como uma adaptação dessa necessidade. Sendo a tecnologia um quesito secundário.

O canadense afirma que o ser humano gosta de se comparar, de saber dos outros e de competir, ou seja, o maior problema dos aparelhos é permitir acessar excessivamente esse tipo de conteúdo muito desejado.

Mas há diversos estudos que contrariam essa lógica, como a pesquisa realizada na Universidade de Seul, na Coreia do Sul, divulgada recentemente. Segundo o material, isso pode ser considerado um vício. Pois, ficar muito tempo em frente a tela produz modificações químicas no cérebro, com reações e síndromes similares as que ocorrem com dependentes de entorpecentes.

Deixe seu comentário:

Nossas Redes Sociais

Rádio Jovem FM


R. Comendador Schumann, 127, Centro/Itajubá - MG
Cep.: 37501-056
Fone: (35) 3622 4649
ouvinte@jovemfm987.com

Mapa do Site

Curta no Facebook

Redes sociais